Recintos Alfandegados

O Governo Federal determinou novas regras nos portos que contam com alfândega. Agora será preciso um controle automatizado e documentação das operações de entrada e saída de pessoas, veículos e cargas e do armazenamento de mercadorias, transformação industrial e prestação de serviços.

A solução Gestão de Acesso e Segurança da SENIOR conta com funcionalidades específicas para atender a essas normas. O software oferece alta tecnologia aliada a equipamentos de última geração, integrando todas as rotinas de acesso e segurança de uma organização numa única aplicação, contemplando o gerenciamento de pessoas, veículos, portarias e monitoramento da segurança de ambientes.

Confira os detalhes de cada regra e como o software facilita o controle de acesso:
 

MÓDULO ALFANDEGADO
PARA AUDITORIA
DE REGISTROS
MÓDULO ALFANDEGADO
PARA INTEGRAÇÃO
COM BDCC
MÓDULO ALFANDEGADO
PARA CONTROLE
DE ACESSO


MÓDULO ALFANDEGADO PARA AUDITORIA DE REGISTROS


FUNCIONALIDADES

Possibilidade de comunicação através de autenticação via certificado digital (e-CPF);
Os dados gravados para a Receita Federal são realizados automaticamente quando da movimentação física da pessoa ou veículo.



BENEFÍCIOS

O controle sobre os dados gravados para controle da auditoria não comprometem a performance do sistema;
Módulo gerador de relatórios, importador e exportador, bem como o gerenciador de regras de negócio para adequar qualquer situação nova no controle de acesso alfandegado. Estes módulos oferecem grande flexibilidade em consultas de dados;
Possibilidade de comunicação através de autenticação via certificado digital (e-CPF);
Os dados gravados para a Receita Federal são realizados automaticamente quando da movimentação física da pessoa ou veículo.

 

 

EQUIPAMENTO
CONTROLADOR


Quando um carro ou
uma pessoa passar por
um dispositivo
controlador de acesso,
o registro desta ação
será enviado pelo
equipamento ao banco
de dados.
BANCO DE DADOS

Com o registro, o banco
de dados gerará uma
marcação original e
outra marcação de 
auditoria.
FORMATO DO
ARQUIVO


A marcação auditada
recebe um formato 
conforme o Alto
Declaratório Executivo
Coana/Cotec nº 2 (ADE
02).
RECEITA FEDERAL

Os resultados das
marcações auditadas
ficarão disponíveis para
a fiscalização da
Receita Federal.